Comentários do episódio 17 de The Flash: "Trapaceiros"


Esta série não é normal. Se um capítulo nos fazer acreditar que eles tinham atingido o seu pico, o seguinte mostra que podem elevar a fasquia muito mais. As peças são colocadas para o final da temporada e "Trapaceiros" prepara o público para o que nos espera na season finale de "The Flash" .
Spoilers.

Comentários de "The Flash" 1 × 17 - "Trapaceiros"

  • O capítulo explica a história do Professor Zoom depois que ele permaneceu preso nos últimos 15 anos, depois de uma viagem através do tempo que o deixou sem a Força de Aceleração necessária para voltar no tempo, mas não é o Eobard que vemos na série, mas sim o que é interpretado por Matt Letscher.
  • Paralelamente à trama principal (a ser discutido abaixo), Eobard investiga Harrison Wells e sua namorada Tess com a idéia de roubar a sua identidade. No meio do episódio, ele provoca um acidente no carro do verdadeiro Wells e usa um aparato do futuro, mudando seu rosto e matando o verdadeiro professor no processo. Isso explica porque o sangue na casa de Barry não se encaixa  com do Harrison Wells.
  • Por que Harrison Wells? Eobard diz ao homem moribundo que em 2020, ele vai construir um acelerador de partículas que vai mudar a história e dar poderes para Flash, mas quer acelerar este processo para poder voltar ao seu tempo.
  • Começamos o episódio com uma cena forte, um flashback, o confronto entre o Flash e o Reverso ao redor Nora Allen depois que eles chegam do futuro, primeiro Homem de Amarelo seguido pelo Velocista Escarlate. Vale ressaltar que neste (incrível) confronto o traje do Flash não é como você vê na série, mas tem o símbolo no peito em branco.
  • Voltando ao presente, Barry acredita que Harrison Wells é o Homem de Amarelo, ao ajudá-lo a vibrar o corpo para atravessar um caminhão, uma cena que fez Mark Waid, escritor de umas melhores fases do Herói, fazer maior cara de espanto.  A foto você verá logo abaixo. Mas voltando a cena, Barry compreende que para conseguir pegá-lo terá que saber momento certo, já que Wells tem um grande grau de experiência ao usar a Força de Aceleração. 
  • Os vilões do episódio não decepcionaram tanto Mark Hamill como Devon Graye são convincentes como Jesse James e Axel Walker, os Trapaceiros. Menção especial para momento: "Eu sou seu pai ", estrelado por Hamill com Graye. Este episódio também serviu para reunir Hamill com John Wesley Shipp, que já trabalharam juntos na série do Flash dos anos 90.
  • Seu plano é roubar a Elite de Central City, por isso criam uma distração ao Velocista Escarlate na forma de uma bomba. É neste ponto onde Wells fala sobre a velocidade de Barry, "fala com experiência" e menciona a Força de Aceleração que está vinculada ao poder do jovem. 
  • Barry dá um passo mais no controle de seus poderes e ao atravessar objetos sólidos para se livrar da bomba.
  • Em uma das cenas finais, Henry vê seu filho vestido como o Flash e  visita o Laboratório STAR, onde aprecia tudo o que Wells tem feito por seu filho.
  • Iris quer investigar o desaparecimento de Mason Bridge (que sabemos que foi por causa do Reverso) mas nem Barry nem Joe permitem que isso aconteça. Eles revelam a identidade de Flash para Eddie para que possa ajudá-los a impedir Iris e também para pegar Eobard.
  • Para encerrar com algumas referências, já conhecida "Rua 52" e Cisco fala de uma "criptografia Felicity" quando ele tenta triangular uma chamada. E a foto de Mark Waid, no momento que o personagem vibra o corpo para atravessar o caminhão. É uma pena não poder ver esse escritor trabalhar com seu personagem favorito no evento Convergência da DC Comics...
 Então aqui está o rosto que MarkWaid fez quando o flash estava se preparando para vibra e atravessar a parede! Eu amo tanto


The Flash 1×18 – All-Star Team Up




Comentários