Cinco Motivos do porquê colecionar faz bem para a cuca


Cinco Motivos do  porquê colecionar faz bem para a cuca

            Neste presente texto ressalto a importância de colecionar, através de cinco tópicos nas quais serão explorados os benefícios de ter uma estante cheia de quadrinhos, de fazer inveja a quem só baixa scan...



1         1 -  Este é o momento certo, para você que deseja começar a colecionar!



         Enfim vivemos numa era de ouro de filmes de super-heróis. A Marvel com seu universo já estabelecido e a DC dando seus primeiros passos (um pouco atrasado) diante da concorrente, com a promessa de lançar um filmes com seus principais personagens, no que tange, o surgimento do interesse de empresas preocupadas em atender a demanda de fãs, novos e antigos, com materiais relacionados. Nisto, podemos mencionar as coleções Graphic Marvel da editora Salvat (que já foi noticiado que haverá uma segunda coleção da Salvat, voltado a heróis em especifico), Coleção Star Wars, Grandes clássicos da literatura em quadrinhos, edições de luxo e histórica da Panini e outros. Enfim, caso esteja curioso, o momento de você conhecer as melhores histórias é agora.



 

2 - Dúvida no que comprar? Consulte o Youtube.



      A chama crescente do filmes de heróis, fez ascender o mercado de quadrinhos, possibilitando o surgimento de uma quantidade absurda de reviews. Sendo provindas de blogs, sites e principalmente em vídeos do Youtube. Fazendo uma análise detalhada da obra, preço e onde adquiri-la. Pode-se encontrar inúmeros canais destinados a fornecer informações se determinada Hq presta ou não vale a pena ser comprado.


3                                              3 - Ótima fonte de leitura e melhora o senso crítico.


       Ultimamente ouço muito de professores (até da área universitárias) que reclamam que um dos principais problemas dos alunos atualmente é a má interpretação do texto, tendendo a imaginar seus significados de forma equivocada, em decorrência na falta de interesse pela leitura. Para fins de melhorar este quadro, o recomendado é que se leia de tudo. De forma mais simples, uma boa Hq, com história que possa prender e ascender o interesse  do indivíduo. No colecionismo, o volume maior de Hqs demonstra o interesse que este tem pela leitura. Onde este, poderá facilitar seu crescimento pelos estudos, possibilitando agilidade na interpretação de questões e melhoramento no senso crítico sobre todas as coisas, ou seja, poder de opinar sobre algo, baseado em uma ideia forte criado por um conhecimento adquirido. Fato relevante para quem é concuseiro.   


4 -  Colecionar faz bem para a saúde, segundo especialistas
      

           Inicialmente, comprar-se uma hq. Depois vem o interesse em adquirir mais material, como por exemplo, um encadernado da Salvat, em seguida, uma coleção histórica e por fim uma edição de luxo. Que ao seu gosto, não se importará com preço que será pago (obvio que procurará um descontinho) mas sabe da importância que este material possui e meio que religiosamente, deve-se tê-lo na estante de sua casa. E quando se dá conta, ele se torna um colecionador nato. Mas recai uma dúvida, seria uma espécie de obsessão? Para responder esta pergunta, temos:   

         Segundo: RIBEIRO JR, Geraldo Andrade:

     “O ato de colecionar desenvolve a metodologia, senso de observação, a atenção, paciência, atrelados ao rigor da limpeza, correção e zelo pela coleção administrada.”

      O processo de colecionar torna-se um ato saudável, efetivando a preocupação de individuo, de forma gerencial, entorno do objeto, no intuito de preservar e proliferar a coleção com plena justificativa do conhecimento da importância intrínseca reconhecida pelo mesmo.
       De fato ter umas quinhentas ou mil hqs em casa é normal, desde que esta atividade não atrapalhe sua vida social ( que não vá deixar de comprar o feijão do mês para comprar uma DC deluxe) se tornando uma obsessão em ter mais e mais. Destarte, o verdadeiro colecionador conhece suas responsabilidades e sabe quanto melhor gerenciar financeiramente sua vida, melhores hqs poderão chegar em sua estante. Adquirindo as hqs de acordo com sua condição financeira.        



Bob Bretall - possui a maior coleção de história de quadrinhos do mundo, com uma acervo de 89.613 hqs.  




5 – Colecionar é ostentação?

      Muitos atribuem o ato de colecionar um fato elitista, ou seja, somente pessoas de classe alta podem comprar hqs. Entretanto, segundo pesquisas, a intenção de colecionar, pode surgir em qualquer pessoa, distinta de classe social. Bastando apenas haver o interesse em adquirir apenas aquela hq que possa caber no seu bolso. Há casos de pessoas que para manter sua ambição de coleção, procuram crescer em seus cargos profissionais para ganharem mais e obter aquele quadrinho de luxo ou coleção tão desejado.   




Kendi Sakamoto - Um colecionador brasileiro  com um acervo de 70 mil quadrinhos. 

        Dado exposto, vemos as inúmeras atribuições em ter uma coleção. Não precisa encher a estante ou mesmo tomar cômodos da casa. Basta apenas ter aquelas histórias que realmente valem a pena serem lidas, tais como as clássicas, as dramáticas, e aqueles quadrinhos que marcaram época. As que lhe trazem a maior satisfação, só de olhar para ela, colocadas lado a lado numa estante e ainda poder dizer “ You mine”.



Comentários