Assistido o filme Maggie- a transformação.



Então. Vamos lá!

Desde que o filme “Maggie” foi anunciado pelo próprio Schwarzenegger. (um dos produtores do filme) o público ficou em polvorosa; ora é mais um filme do Arnold e também seu filme com a temática “Zumbi”.

Desde já vou deixar claro uma coisa: se está pensando em tiros, balas, explosões e “frases de efeito”, esqueça. Mesmo. Este é um filme de DRAMA, pode até ser vendido no Brasil como “Terror” ou “Suspense”  mas é um drama. (o nome em Português  do filme é “Maggie -A Transformação”)

O que induzirá muita gente ao erro, este filme é parado, quieto , não tem pressa alguma de te contar a história (1h 30 min) que é simplesmente o seguinte: uma praga tomou conta do mundo e infectou milhares de pessoas. O diferencial deste filme (depois que eu pensei nisso) foi não mostrar o que causou, ou aquela grande correria atirando e explodindo cadáveres enquanto se invade lanchonetes abandonadas.

O filme mostra a luta de um pai que encontra sua filha que foi mordida, (infectada) e não quer aceitar o avanço da doença e nem ouve seus amigos que querem que Maggie, sua filha fique em quarentena ou seja sacrificada.

Muita gente pode torcer o nariz, achar que foi enganado, dizer que o filme é “parado demais” mas foram avisados, (pelo menos quem leu este review ou de outros sites) mas Schwarza desde que voltou da “licença” (ele era governador da Califórnia) optou por fazer além de filmes “pipoca” optou também por fazer filmes sérios, contundentes, que façam você refletir ou ao menos achar verossímil.

(se vocês lembrarem o roteiro de “Rota de Fuga” foi bem elaborado, não tinha  “galhofagem” alguma em relação a piadas com idade ou coisas assim, o mesmo pode ser dito de “Sabotagem” filme que surpreendeu por ser sério e não apenas um “os Mercenários” genérico)

O filme Maggie ele surpreende porque não traz nada daquilo do que você pensa e espera de um novo filme do Arnold, é uma aposta arriscada? Talvez, mas não compete a nós julgarmos isso.

O que importa é que o filme não se torna apenas mais um que você assiste, desliga o cérebro, ri e esquece...

Você pode até não sair satisfeito, não entendido a proposta ou não gostado do filme. Mas eu me surpreendi.

Arnold é o tipo de ator que até quando erra os fãs perdoam.

(e ele está convincente como um pai que não quer perder sua filha)


É isso aí galera. Até mais!

Comentários