Joss Whedon solta o verbo e diz: "O Roteiro do Homem Formiga de Edgar Wright foi o melhor já escrito para a Marvel"

 Em algum ponto da história, Edgar Wright - diretor de Shaun of the Dead, Hot Fuzz, The World’s End, and Scott Pilgrim vs. The World – foi por muito tempo o predileto da Marvel para dirigir o filme do Homem Formiga.
E então, depois de muitos anos de desenvolvimento, tudo ruiu. Wright deixou o projeto devido as famosas "diferenças criativas", deixando o roteiro para ser reescrito por Adam McKay, e a cadeira de direção para Peyton Reed.
Todas as partes interessadas evitam discutir detalhes da relação rompida, mas os fãs não conseguem evitar de imaginar o que teria sido este sonho partido, incluindo aí Joss Whedon. Eis o que o diretor do vindouro Vingadores 2 tem a dizer quando perguntado pelo Buzzfeed se ele tinha alguma ideia do porque da saída de Wright da direção do Homem Formiga.
“Não…apenas que eu não entendo... eu achava não apenas que era o melhor roteiro que a Marvel tinha em mãos, mas também que era o melhor roteiro do estilo da Marvel já escrito. Eu não tinha interesse nenhum no Homem Formiga, aí eu li o roteiro e pensei, cara, é isto, muito bom! Me lembrou dos quadrinhos, quando eu os lia. Irreverente, divertido. Não sei onde as coisas deram errado. Mas fiquei triste, porque pensei, isto não faz sentido. Esta é a Marvel do jeito certo. Mas não vou dizer que a culpa foi de um (Marvel) ou de outro (Edgar). Acho apenas que os dois se complementaram mesmo sendo diferentes."
Whedon na época, postou uma foto no Twitter dele mesmo segurando um sorvete Cornetto – uma referência a “Trilogia Cornetto” de filmes, do diretor Edgar Wright  – no que os fãs chamariam de uma demonstração de solidariedade.

Comentários