Dia Internacional da Mulher


“Bundas, Peitos, Collant, Saia, Loira, Ruiva e Saradas."

Está aí o resumo da maior parte das representações femininas mais famosas nas HQs. Nós garantimos que você, leitor de quadrinhos, consegue colocar nesse pacote quase todas as personagens das grandes editoras dos EUA.

e tem cabelo BRANCO também!!
Para todos os gostos.

Em contrapartida, em terras tupiniquins, a representação das mulheres nos quadrinhos estão muito mais trabalhadas (não só nos glúteos!). Exemplos de álbuns independentes com protagonistas mulheres - e que não necessariamente são heroínas - não faltam:
Como eu Realmente (Fernanda Nia)
Bear (Bianca Pinheiro)
Belladona (Ana Recalde e Dennis Mello)
- Mônica (Maurício de Souza) (não é independente, mas não tem como deixar de citar)
...

Nessa linha, a equipe do ELF sempre zelou por exemplos dignos. Fugindo do estereótipo comum da mulher vitimada, símbolo e objeto sexual. Quando mulheres são inseridas nas histórias da revista são tratadas – adivinhem só – como qualquer um dos personagens!

Tratar personagens homens e mulheres com igual importância nas histórias, para nós, nunca foi uma revolução. Fazemos isso com a simplicidade do raciocínio: e existe outra forma?

Para saudar você, leitora e/ou produtora de quadrinhos, vamos relembrar algumas das histórias com personagens mulheres que já passaram pelo ELF!

1- ELF#2 - DISTANTE


Por Tito Camello. A história narra os conflitos e desencontros entre uma jovem Ginasta e seu namorado durante os jogos estudantis.


2- ELF#2 - 240

Por Rodrigo Nemo. "240" fala sobre um triângulo amoroso com um trágico final.

3- ELF#3 - CUSTO BRASIL

Por Rodrigo Nemo. Imagine contrabandistas perseguidos pela Polícia, um caminhoneiro sem poder atravessar a ponte que caiu e uma mulher prestes a dar a luz. Todos na mesma estrada.

4- ELF#4 - A CANÇÃO DE QUITO 100 PERNAS

Por Abc. Após um trágico atropelamento, uma mulher é obrigada a dar à luz prematuramente seu filho, que nasce com uma deficiência em decorrência da fatalidade.

6- ELF#4 - AMOK


Por Rodrigo Nemo. História sobre uma jornalista e seu namorado, que formam um casal de hábitos sexuais incomuns com um fetiche peculiar: fazer amor em cenas de crimes famosos.

7- Historieta (44) - DECOUPAGE


Por Abc - Quando os olhares são direcionados apenas para o preconceito.


8- Historieta (27) - (sem título)


Por Rodrigo Nemo - O estereótipo confronta a realidade.

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!



Texto: El Fanzine

Comentários