Bryan Singer pode ter revelado a NAVE - a Inteligência Artificial e base de operações de Apocalypse!


Bryan Singer, o diretor de X-Men: Apocalypse, revelou uma intrigante arte de produção que parece ser a I.A. intitulada NAVE. Qualquer fã reconhece que se trata da nave do APOCALYPSE,  que nos quadrinhos acabou se tornando o lar do X-FACTOR.


Uma foto publicada por Bryan Singer (@bryanjaysinger) em
 A NAVE foi criada milênios atrás pelos celestiais como o sistema operacional para um dispositivo de recolher dados. Os Celestiais tinha manipulado geneticamente a humanidade, e eles deixaram o nave na área que viria a ser conhecido como a Mongólia para monitorar o progresso da humanidade. 

Por volta de 1100 dC, um mongol imortal conhecido como Garbha-Hsien (mais tarde conhecido como Saul ), descobriu a nave e viveu ao lado dela enquanto ele pesquisou seus mistérios. Saul nunca tentou entrar na nave. 

Com o tempo, o egípcio imortal En Sabah Nur encontrou Saul. Para conseguir derrotá-lo, Saul apresentou a Nave. Tendo tido experiência anterior com tecnologia futurista devido a seus encontros com Rama-Tut, Nur atacou Saul e deixou o outro imortal morto e entrou na Nave. Ele emergiu mais tarde totalmente mudado sendo agora conhecido como Apocalypse. Melhor estilo Highlander, não? 

Como percebem aqui se liga muito com os mistérios que envolve as fundações do Universo Marvel, algo que Marvel Studios conseguiu segurar em parte por ter direitos autorais com os Celestiais. Vamos ver como Singer vai trabalhar isso no filme.

fonte: comic book

Comentários